Downhill Graciosa marcou o início das competições nacionais de Longboard Speed, Street Luge e Sled

Com um cenário bucolicamente exuberante, o Downhill Graciosa marcou o início das competições nacionais de Longboard Speed, Street Luge e Sled.

No sábado a neblina baixa ainda escondia parte da paisagem campestre da estrada velha da Graciosa, palco do campeonato. E na medida que subia, dava lugar as montanhas, araucárias e casebres que compunham o cenário de recepção dos atletas que chegavam de diversos lugares do Brasil.

O primeiro dia de evento foi de treinos e tomadas de tempos. Bruno Spengler representou bem os locais e garantiu o melhor tempo geral, seguido de outros grandes nomes, com diferença de milésimos de segundos.

No domingo, dia do coração bater mais forte. Alto nível de competição e tudo que se espera de um campeonato e mais um pouco. Baterias insanas, disputas acirradas, curva perigosa, ameaça de chuva, pista com momentos meio seco e meio molhado, torcida animada, surpresas e teve até briga no meio da pista. Pode crer.

Sled

O pico, Drop 3, é a ‘meca do Sled’. Carrinho de origem paranaense criado sob inspiração do rolimã. Ali a galera estava em casa. Luciano Silva garantiu o título de campeão, seguido de Vili Nickel, Leonardo Miranda e Everton Rodrigo. Dulce e Liana garantiram a representatividade feminina. Na disputa, Dulce levou a melhor.

Luge

No Luge, as semis garantiram disputas eletrizantes, acidentes, deslizes e surpresas. Alexandre Cerri levou o trofréu de campeão e dividiu o pódium com Matheus Martins, Denis e André Ferreira, segundo, terceiro e quarto, respectivamente.

Longboard Speed

No Longboard os skatistas de diversos cantos do Brasil dividiram a torcida entre as figuras marcadas e o carinho pelos competidores locais.

No Pro teve atrito nas semis, levantou dúvidas até na organização. Mas, os conselheiros da CBSK, Ian Bertinati e Alysson Solé, garantiram os devidos esclarecimentos. Para que não fiquem dúvidas, eis o ocorrido: Iuri Maggi e Alisson Pastrana se trombaram na penúltima curva, Maggi foi penalizado por ter causado o acidente, impedido de disputar a consolação. Enquanto Pastrana teve que se conformar com o resultado da bateria que levou Dalua e Lucas Bontorin para as finais. Se o acidente tivesse acontecido na última curva, a bateria teria que ser repetida, segundo os conselheiros, mas como não foi seguiu normalmente.

Na final, Bernardo Brambila garantiu o primeiro lugar. Douglas Dalua em segundo. Lucas Bontorin, representando os locais em terceiro e Yan Bertinati completou o pódium em quarto. Pastrana garantiu a vitória da consolação e ficou em quinta, seguido de Thiago Mohr e Allysson Sole.

No Amador 1, a final foi formada só com atletas locais. Nem a linha perfeita que garantiu aos quatro os melhores tempos da categoria poderia prever o resultado, as apostas estavam divididas. A primeira não valeu. Lembram da regra da última curva? Só que desta vez não foi um atleta que atrapalhou. Uma briga no meio da pista desconcentrou os atletas e provocou um acidente. Volta tudo. E (quase) deu no mesmo. Bruno Sengler e Murílo Araújo ficaram na curva, Daniel Lara estava na frente, como da primeira vez, mas comemorou antes de passar a linha de chegada e não viu Bolinelli que entrou por dentro da curva, desviou do acidente, e seguiu na base passando o Lara e garantindo o troféu. Que corrida minha gente!

No amador 2, também teve acidente na final, mas aparentemente cada um caiu por si mesmo na última curva e Leon Sastre ficou na frente.

E teve ainda as categorias Master e Grand Master com os representantes de longa data do skate. Dalua subiu no lugar mais alto do podium no Master e Dobner no Grand Master.

O dilema do skate feminino

No feminino, a gaúcha Vitória Malmann vem mostrando cada vez mais habilidade e levou a melhor, superando até a ‘pequena notável’ Georgia Bontorin, nas palavras de Cri Duarte. Débora Sass ficou com a terceira colocação, Anna Ohata em quarto, Patrícia em quinto e Kátia Passos em sexto.

Destaque para a participação de Vitória Malmann no Amador 2, ficando com o 7° lugar, mostrando a garra feminina entre os homens. Georgia Bontorin também competiu no Pro geral. Ambas com um peso imenso para representatividade feminina no skate. Abrindo caminhos para mais seguidoras, assim esperamos.

Uma pena que as meninas ainda não sejam valorizadas como merecem. A premiação deixou a desejar. Mais uma vez notou-se grande diferença em relação as categorias gerais. 'mimimi', uns dizem. 'o nível não é mesmo' dizem outros. 'as inscrições são menores' justificam outros. Mas, ninguém percebe que a dedicação de treino, custos de deslocamento e inscrição são os mesmos. Por que os incentivos não são?

Os eventos independentes, infelizmente seguem a lógica da arrecadação por inscrição. Mas deveria seguir a história do esporte no mundo que por muitoooo tempo privaram as mulheres de ocupar esse espaço (e ainda privam, mesmo que inconsciente). Só por isso as mulheres são menor número. Não dá pra esperar o tempo compensar. Deve haver uma política compensatória para que a equidade seja estabelecida. 

Seria um sonho a CBSK estabelecer uma regra para que igualassem as premiações. Quem sabe assim, mais mulheres fossem motivadas a participar das competição. Igualar as oportunidades é o primeiro passo para alcançar a igualdade.

Exigir igualdade de direitos, seja na premiação, no número de vagas, ou em qualquer esfera do skate ou na vida social não é nada além do MÍNIMO.

Organização

A Street Sled Associados do Paraná (SSAP) fez a frente da organização do evento. Auxiliados pelo pessoal da Gás inflamável que fez os corres da competição.

A narração na largada e na premiação ficou por conta do incansável, Cri Duarte.

Confira abaixo a classificação geral.

Em breve serão divulgados vídeo e álbum de fotos do evento. Fiquem ligados.

RANKING GERAL

Longboard Pro

1 – Bernardo Brambila

2 – Douglas Dalua

3 – Lucas Bontorin

4 – Ian Bertinati

5 – Alisson pastrana

6 – Thiago Mohr

7 – Allysson Solé

8 – Iuri Maggi

9 – William Rubim

10 – Thiago Duarte

11 – Evandro Dornelles

12 – Fruke Alves

13 – Mikima

14 – Jorjão

15 – Georgia Bontorin

16 – Walter Junior

Longboard Feminino

1 – Victoria Mallmann

2 – Georgia Bontorin

3 – Débora Sass

4 – Anna Ohata

5 – Patrícia

6 – Kátia Passos

Longboard Amador 1

1 – Bruno Bollinelli

2 – Daniel Lara

3 – Murilo Araújo

4 – Bruno Spengler

5 – Adriano Silva

6 – Gabriel Drachemberg

7 – Rogério Baum

8 – Nicolas Tagara

9 – Otacílio

10 – Matheus Fernando

11 – Alisson Besuk

12 – Alexandre rausini

13 – Jean Gianterra

14 – João Gustavo Costa

15 – Fagner Lara

16 – Gabriel Mantovani

17 – Marcelo Salvi

18 – Giancarlo

19 – Leo Disaclatti

20 – Victor Hugo Cabau

21 – Naja

22 – Rodrigo Alexandrino

23 – Rafael Bonato

24 – Lucas Eduardo

25 – Vinícius Kenji

26 – Lucas Costa

27 – Vinícius Castigna

28 – Norberto

29 – Luis Proppino Junior

30 – Bruno Rocha

31 – Vitor Kerr

32 – Júlio Cesar Mulaski

33 – Nicolas Borges

Longboard Amador 2

1 – Leon Sastre

2 – Wellison Balduino

3 – João Vitor Morais

4 – Alex Ferrani

5 – Antonio scalise

6 – Alysson Gutowski

7 – Victória Malman

8 – Gabriel Gindi

9 – Bruno Vieira

10 – Luan Pereira

11 – Mikai

12 – Willian Gonçalves

13 – Daniel Quintao

14 – João Belusso

15 – Thiago Castro

16 – William Santos

17 – Alysson Rosa

18 – Francisco Medeiros

19 – Laion Labre

20 – Leandro Rodrigues

21 – Nicolas Guedes

22 – Rodrigo Cunha

23 – Wesley Monteblanco

24 – Lucas Freitas

25 – Ademir Neto

26 – Douglas Muller

27 – Humberto Suzuki

28 – Lucas Cortez

29 – Nathan Machado

30 – Vinícius Kenji

31 – William Campos

32 – Lucas Mesquita

Longboard Master

1 – Douglas Dalua

2 – Luciano P. Silva

3 – Gui Chiele

4 – Naja

5 – Rafael bastos

6 – Silvio Trevisan

7 – Toni Carvalho

8 – Norberto

9 – Walter Junior

10 – Paulo Arruda

11 – Howard

12 – Antonio Scalise

Longboard Grand Master

1 – Rafael Dobner

2 – Laércio Junior

3 – Luis Pacheco

4 – Leo Discaciatti

5 – Mikima

6 – José Henrique de Oliveira

7 – Indinho

8 – Jorjão

9 – Mairon

10 – Kareka Speed

11 – Vanil Rocha

Sled Feminino

1 - Dulce Gasparelo

2 - Liana Amorim

Sled Open

1 - Luciano Silva

2 - Vili Nickel

3 - Leonardo Miranda

4 - Everton Rodrigo

5 - João Guigo

6 - Kaleu Romero

7 - Everton Corrêa

8 - André Ferreira

9 - Carlos Spengler

10 - Lenon Meira Ribas

11 - Netto Chevette

12 - Bruno Fernandes

13 - Everton Black

14- Fábio Oliveira

15- Julio Ferrarini

Luge

1 - Alexandre cerri

2 - Matheus Martins

3 - Denis

4 - André Ferreira

5 - Léo Borton

6 - Walter Baresi

7 - Anderson Roberto

8 - Jaques novack

9 - William Souza

10 - Rick Oliveira

11 - Ewerton black